Translate

domingo, 17 de março de 2013

Marca-passos dos ponteiros


Num vaivém de passos
apressados pelas calçadas
faces seguem conduzidas
pelos velozes ponteiros
com o dia negociado
numa frenética corrida.

A busca de muita gente
escamoteando a própria sombra
ecoa sonhos acalentados
em íntimos manifestos
pelas horas aprisionadas
na crueza do trajeto
por vezes sobrevida


que ao passar dos anos
num semblante fosco
dobra as esquinas
 no tempo do relógio
esmaiado, empalidece
exaurido e desalinhado
e, o azul de olhar a vida
vai-se, fenece.

Stela Emilia Gusmão
01/06/08