Translate

sábado, 23 de julho de 2011

Lume de letras

                                                                                  Lume de Letras

De súbito, se revela na estante,
encoberto na face da velha capa
nos dizeres perde-se em mundos
sintetizados em linhas traçadas.
Ilumina o escuro em infinitudes
pelas letras de registros imprimidos
nas pálidas folhas do papel amareladas.



No percurso o mergulho embriagante
  por caminhos de contornos desconhecidos
  que se atrelam aos detalhes emoldurados
                                          e frente aos olhos, subvertem, explodem
                                          na verberância de um livro esquecido.

                                       Stela Emilia Gusmão
                                   20/05/08